Homens e mulheres são constituídos de forma distinta, certo? Então eles correm de maneira diferente também.

Estar ciente dessas diferenças pode dar a você, como uma mulher ativa, uma vantagem em perceber seu potencial e bem estar na corrida e também torná-la ciente de possíveis riscos.

Lesões musculares de stress são mais comuns em atletas do sexo feminino. Alguns médicos atribuem isso, entre outras coisas, à baixa massa corporal nas pernas e baixos níveis dietéticos de cálcio e gorduras.

O risco pode aumentar com o envelhecimento, porque os níveis protetores de estrogênio diminuem em torno e após a menopausa.

Aqui estão os tipos mais comuns de lesões em mulheres esportistas que praticam principalmente corrida de rua:

Lesão nos joelhos das corredoras que podem ser de 4 tipos

  • Condromalácia, Tendinite patelar, Síndrome iliotibial e Tendinite da “pata de ganso”;

Tendinite de Aquiles

  • No início, essa inflamação do tendão de Aquiles pode parecer uma rigidez de tornozelo, mas pode levar a um tendão rompido se não for tratada;

Síndrome do estresse tibial medial

  • Que causa dor na parte inferior da perna (também conhecida como dores nas canelas);

Fraturas por estresse

  • Que são fraturas dos ossos na parte inferior da perna;

Lágrimas musculares

  •  Essas lágrimas, comuns em corredores, podem se desenvolver subitamente. Os músculos isquiotibiais, na virilha e na panturrilha estão em maior risco;

Fascite plantar

Essa dor na frente do calcanhar irradia para baixo do arco do pé e para a parte de trás do calcanhar. Geralmente é causada por pouca flexibilidade.

O processo da corrida

Você tem treinado por semanas – talvez até meses. Você está finalmente em dia com sua corrida e se sentindo bem e eis que do nada você começa a sentir dor.

Afinal, o que está acontecendo com o seu corpo? Quando será o melhor momento para que você possa retornar ao seu plano de treinamento? Você terá que parar de correr?

Além de todas essas perguntas você ainda precisa descobrir onde procurar ajuda.

Talvez a única coisa mais frustrante do que sustentar uma lesão durante os seus treinos é tentar descobrir que tipo de médico consultar. E é neste momento que eu te apresento o médico do esporte.

A medicina esportiva nada mais é do um tipo de prática que se concentra em ajudar as pessoas a melhorarem seu desempenho físico e esportivo (independentemente do nível), se recuperar de lesões e ajudar a prevenir lesões mais comuns que são: lesões no joelho, perna, costas, ombros e mãos são alguns dos distúrbios comuns tratados.

A medicina do esporte é uma especialidade médica que torna esta especialidade única, são eles os especialistas em atividades físicas, que irão te proporcionar qualidade de vida com treinamento especializado em condições musculoesqueléticas e preocupações médicas de homens e mulheres ativas.

A medicina do exercício e do esporte deve entender seus objetivos de permanecer ativa. Na verdade, o objetivo de um médico de medicina esportiva é ajudá-la a se manter ativo ou permanecer ativa , especialmente quando você está afastada de uma lesão muscular.

Quando você deve ver um médico de medicina esportiva?

Ainda não tem certeza de quando procurar uma consulta com um médico de medicina esportiva? Estes são alguns sintomas que indicam que pode ser o momento ideal:

  • Lesão aguda: Depois de sofrer uma lesão súbita – por exemplo, “estalar” o joelho ou coçar o quadril – podemos ajudá-la a determinar exatamente o que está te machucado e que tipo de tratamento será o mais adequado para você voltar a correr.
  • Lesão crônica: Lesões duradouras e áreas de desconforto muitas vezes melhoram ou resolvem com reabilitação apropriada. Podemos identificar e corrigir os erros de treinamento ou anormalidades biomecânicas que atrapalham seu desempenho.
  • Prevenção de lesões: Ao ajudar você a entender porque sofreu uma lesão – e não apenas o que te atingiu- a medicina esportiva irá mantê-la livre de lesões para futuras corridas e eventos.
  • Melhoria no desempenho: quer você esteja iniciando um novo programa de treino ou queira melhorar seu desempenho para melhorar suas metas de tempo ou distância. Através de consultas e análises, podemos conectá-lo a uma equipe de profissionais – fisioterapeutas, nutricionistas, e muito mais buscando fornecer uma abordagem abrangente e customizada para maximizar o seu potencial atlético.

Entendeu como este ramo da medicina que você mal sabia que existia pode trazer muitos benefícios para as mulheres que praticam corrida? Ou ainda para quem está começando a praticar exercícios físicos, o primeiro passo deve ser conversar com esse profissional.

É importante lembrar que a prática incorreta de atividade física, sem o conhecimento de lesões e doenças existentes pode ser prejudicial à sua saúde.

A medicina esportiva é a especialidade mais indicada para avaliar essas condições e orientá-la a fazer a melhor escolha!

Você tem interesse em ser uma corredora de alto rendimento e sem lesões? Agende sua consulta de avaliação!